Mercado imobiliário ganha força no começo de 2020, prometendo um ano de muitos benefícios

Sem comentários

No final do ano passado o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) anunciou a disponibilidade de R$ 65,5 bilhões para financiamentos na área de habitação em 2020, recorrentes de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Esses recursos já foram aprovados pelo Conselho Curador do Fundo e publicadas no Diário Oficial da União (DOU).

Para a área de habitação, mais de 95% serão destinados para financiamentos de moradias populares – tendo como base que em 2019 foram destinados R$ 73 bilhões do FGTS para a habitação popular – a famílias com renda mensal de até R$ 7 mil – faixas 1,5, 2 e 3 do programa de habitação social do governo federal. Para os descontos, estão assegurados R$ 9 bilhões. Do total de R$ 65,5 bilhões, R$ 40,2 bilhões estão reservados para financiamentos, a pessoas físicas ou jurídicas, que beneficiem famílias com renda mensal bruta limitada a R$ 4 mil.

Também, o MDR estima que sejam contratadas 526 mil unidades habitacionais em todo o país, com potencial para geração de 1,3 milhão de empregos.

Os investimentos em habitação em 2019 ficaram na casa dos R$ 4,6 bilhões, o equivalente a 55% da execução financeira de todo o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). Com os pagamentos realizados em dezembro, o ministério quitou todas as faturas em atraso. Os recursos foram aplicados na conclusão de mais de 350 mil moradias em todo o país e em 233 mil unidades que estão em construção. Segundo informações da Agência Brasil.

  • Diário do Vale
adminMercado imobiliário ganha força no começo de 2020, prometendo um ano de muitos benefícios

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *