Análise do mercado de escritórios em Curitiba

Sem comentários

Neste texto Christofer Mariano, traz os números do mercado de escritórios em Curitiba, Pr.

Hoje a Building monitora 362 imóveis na cidade curitibana. Neste número estão inclusos os prédios que estão em construção e também em projeto. Curitiba possui um estoque total de 1.833 milhão de M², distribuído em 356 edifícios comerciais prontos, destes, 280 mil m² estão vagos, o que representa 15% do estoque da cidade.

Olhando apenas para o universo corporativo (de grandes lajes corporativas) o mercado de Curitiba possui 158 prédios entregues, o que representa 808 mil m², com uma taxa de vacância de 15%(todas as classes).

Ainda sobre o mercado de lajes de alto padrão (classe A) são 32 edifícios comerciais – um número muito próximo ao mercado de Belo Horizonte- com estoque total de 346 mil m² e a taxa de vacância de 17%.

 O histórico da cidade, desde nosso monitoramento em 2014, se mantém numa certa estabilidade, com vacância entre 12 a 15 %(lajes corporativas), de 2017 para cá. Não possui atividade construtiva tão grande. Há apenas 1 edifício em construção, e o mercado não entrega nenhum prédio novo desde 2018. Em relação ao universo classe A, a taxa de vacância também permanece estável nesta série histórica.

Absorção Líquida

A cidade seguiu por mais dois trimestres seguidos negativa, tanto corporativa classe A quanto o universo geral, contudo o Brasil todo teve mais devoluções do que ocupações em razão da crise da saúde. A taxa de vacância cresceu apenas 1%.

Do estoque de 808 mil m², a maior ocupação de Curitiba, 255 mil m², é por órgãos públicos (37% do mercado), em segundo lugar o setor de tecnologia , com 80 mil m² (11%), na sequência o setor financeiro com 68 mil m² (10%).

RedatorAnálise do mercado de escritórios em Curitiba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *